Logo do Radar industrial

FAÇA SUA BUSCA NO MAIOR BUSCADOR INDUSTRIAL DO BRASIL
 

Bem-Vindo ao Radar Industrial.
Verificamos que esse é seu primeiro acesso. Leia antes de usar:

Este é um portal de busca de produtos e serviços industriais.

NOTA: Todos os produtos dispostos no portal pertencem aos seus respectivos fabricantes, representantes e distribuidores. O Radar Industrial e a Editora Banas não vendem os produtos e serviços publicados neste site.

Saiba mais acessando a página "Sobre o Radar"

Procura um produto específico? Digite o nome do produto/serviço nos campos acima e veja uma lista de empresas fabricantes. Para acessar o contato da empresa é preciso ser cadastrado.

Faça seu cadastro gratuitamente aqui!

Busca alguma empresa ou fabricante? Clique em "Empresas", faça uma rápida procura e encontre fabricantes e representantes desejados.

Tamanho das letras

Mercado - 27/08/2019

Microcervejarias reduzem em 20% o custo de exportação utilizando barris de PET

O uso de barril de PET 100% nacional para o transporte e armazenamento de cerveja artesanal está reduzindo em 20% o custo das microcervejarias e ampliando a possibilidade de exportação da bebida para outros estados e países.

Desde o início deste ano, Europa, Estados Unidos e Argentina estão recebendo cervejas brasileiras exportadas no barril feito de PET, fabricado em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba. Ao todo, mais de 150 cervejarias no Brasil e exterior compram o produto para armazenar e transportar cerveja.

Competitividade – A entrada e a aceitação do Beerkeg no mercado internacional se deve a alguns fatores decisivos para os fabricantes de cervejas, redução nos custos.

O empresário André Franken, da cervejaria Startup Brewing, de Itupeva , em São Paulo, - que produz cerca de 70 mil litros e passou a utilizar cerca de 600 barris de PET da Beerkeg mensalmente - conta que as vantagens foram imediatas na escolha do novo barril.

“Tivemos 20% de economia se comparado ao outros barris”, afirmou André. Ele enumera ainda outras vantagens. “O modelo novo ficou mais ergonômico, compacto, permite empilhamento e trouxe redução no custo de armazenamento e do transporte devido ao peso, incomparavelmente menor”, afirmou.

andreza@comunicore.com.br

Mais Eventos

Mais Eventos

Notícias

publicidade